Anna H.
24 February 2012 @ 01:55 pm
whisky on the rocks  

George deixou a bolsa de viagem sobre a colcha branca após ter enfim desistido de acomodar-se no sofá. Reuben ocupava-se em procurar provisões nas gavetas da cômoda encostada à parede, na direção dos pés da cama. O silêncio que se instalara no apartamento era quebrado somente pelo som dos trilhos sendo puxados e empurrados conforme o irlandês buscava algo específico, mas talvez a dificuldade em encontrar o que queria se devesse mais à sua falta de concentração do que à penumbra do cômodo. Convidara o mais velho por impulso ao ouvi-lo dizer que precisava procurar um motel, e depois vira-se obrigado a insistir até que George cedesse. Levara algum tempo para corrigi-lo, sem perceber que ele dera o endereço de seu antigo apartamento ao motorista do taxi. Eram duas coisas que se relacionavam. Combinavam. George e aquele endereço, o som do nome de sua rua e o número de seu prédio na voz dele.

gavetas )

 
+