Anna H.
01 May 2012 @ 12:16 pm
O Pianista  

Não sabia dizer se primeiro aprendera música ou se ela o prendera antes, já não se recordava de outra coisa. Dia e noite, um pianista de dez mãos tocava e tocava duas, três, às vezes cinco peças diferentes, e as acompanhavam vozes muitas vezes incorpóreas com solfejos e palavras de poemas que lera ainda na adolescência e o atormentavam quase incessantemente, pois o pianista, embora precisasse também de sono, necessitava dele com menos frequência que a psique onde habitava.



schöne Welt )
 
+